Repórter chora após salvar filha de ucraniano que pediu ajuda dela

Além da tensão vivida pela população ucraniana os vários jornalistas correspondentes passam por situação inusitadas tanto com a população que tenta fugir das áreas de combate quando com o próprio enfrentamento entre militares dos dois países.

Um história que viralizou recentemente foi da reporter argentina Sol Macaluso que tem 26 anos de idade e está na Ucrânia há mais de 1 mês para cobrir as notícias local para os canais espanhõis Telecinco e Telemundo.

Ao se preparar para deixar o Ucrânia para fugir dos ataques da investida russa, ela recebeu um pedido surpreendente do ucraniano que trabalhou todos os dias como seu guia, motorista e tradutor.

O guia ucraniano que se chama Max fez um pedido bastante comovente: levar a filha dele para um lugar seguro.
Ninguém está preparado para isso, disse ele na TV. É muito difícil para eles terem que ficar e defender seu país e dizer “por favor, pegue minha filha e cuide dela, para que não falte nada”.

O correspondente chorou ao vivo quando relatou a situação. Sol aceitou a missão e levou Danna, de 17 anos, para a Polônia. Ela é minha família agora, minha irmã, ela disse. Cuidarei dela o tempo que for necessário.

Depois de deixá-los na fronteira, o pai da menina retomou o caminho de volta a Kiev, onde sua esposa e seus pais pais ficaram. Ele se juntou às forças de resistência na capital da Ucrânia.

Sol decidiu ficar a oeste, mais longe das principais áreas de combate para continuar a cobertura, mas primeiro garantiu que Danna viajasse. A menina já está segura em Barcelona, ​​com a família de outro jornalista.

Ao ouvir a história na televisão, o pianista anglo-espanhol James Rhodes entrou em contato com o correspondente e se ofereceu para pagar à família de seu cinegrafista ucraniano, Stephan, uma viagem à Espanha.

Assista ao vídeo do jornalista chorando na reportagem o caso: