Tristeza: José de Abreu esclarece circunstâncias da morte do filho

O ator global José de Abreu abriu o coração durante uma entrevista e contou detalhes do drama que viveu em 1992, quando um de seus filhos morreu após um acidente fatal. Na época, o jovem tinha apenas 21 anos.

Em entrevista para uma emissora portuguesa, José de Abreu contou o que sentiu quando recebeu a triste notícia:

Eu estava em Manaus, gravando uma novela chamada Amazônia. Eu estava tomando café da manhã no hotel quando me ligaram no balcão para atender o telefone fixo. O pai da Nara (ex-mulher e mãe do Rodrigo) me contou: houve um acidente com o Rodrigo, ele caiu da janela’, contou.

Muito abalado, José de Abreu conta que pegou o primeiro voo para o Rio de Janeiro. De Manaus ao Rio de Janeiro, naquela hora, eram oito horas. O avião estava parando em todos (aeroportos). Recife, Fortaleza, Salvador… Mas havia um dos diretores da empresa e ele imediatamente me deu uns remédios que eu dormi durante toda a viagem.

Após 30 anos do acidente que matou seu filho, o ator esclareceu as circunstâncias da morte e disse que foi um acidente. Houve grande especulação na época de que ele tiraria a própria vida, mas isso foi refutado por relatos e uma testemunha.

Um chefe de polícia ouviu uma testemunha, uma garçonete do prédio em frente viu o que aconteceu. Ele (Rodrigo) estava fazendo análise… Seu analista disse: ‘Absolutamente sem chance. O suicídio mostra sinais. Foi um acidente. O delegado que investigou primeiro falou assim: quem se suicida se atira. Seu filho caiu e estava batendo no prédio. A queda é diferente, concluiu.

Tantos anos após o acidente, o ator ainda não se recuperou totalmente do trauma. É uma dor que nunca acaba. É a vida de cabeça para baixo, declarou, que também é pai de Bia, Theo, Ana e Cristiano.