Pai lamenta perda dos três filhos que foram soterrados na tragédia de Petrópolis: ‘Sou m0rto-vivo agora’

No último sábado (19), um casal que perdeu os três filhos na tragédia desta terça-feira (5) aguardava para conhecer os três. Francesca Maranguab Silva, 50, não estava em casa no momento da tragédia porque estava presa no trabalho.

Seu marido, Fabio Machado Silvam, 44, estava com os filhos e sobreviveu ao deslizamento até ser arrastado.

As crianças que morreram são: Stephanie Maranguape Silva de 11 anos de idade, Daniel Maranguape Silva, de 6 e Mila Maranguape Silva de 13 anos.

A demora na identificação dos cadáveres, segundo a mãe da criança, é difícil porque é realizada por endoscopia papilar. O pai muito emocionado dos filhos disse:

“Eram tudo pra mim, minha vida era eles. Minha vida, praticamente, acabou. Sou um morto-vivo agora. Quero só a força de Deus e do Espírito Santo para me consolar”, disse Fábio.

A Francisca não consegue comer desde a tragédia:

Eu não como desde terça-feira. Tô só no suquinho, na água… mas Deus que está me mantendo em pé. Quando eu me deito, eu choro, porque eu não vou ver mais as minhas crianças, né? Eu adorava fazer as coisinhas, eram tudo pra mim, contou.

E os bombeiros confirmaram, na manhã desta segunda-feira (21), que 176 pessoas morreram na tragédia. Ainda há cerca de 100 pessoas desaparecidas.