Mulher internada pede água em hospital e acaba recebendo cachaça no lugar

Zenilda Lisboa mora em Santa Teresinha, Bahia, e deu entrada no Hospital Municipal da cidade no dia 12 de março, sábado, com fortes dores de estômago. Após a consulta, a paciente foi informada de que teria que passar a noite em observação.

Ela passou mal e pediu água e a enfermeira trouxe para ela um copo que realmente continha algum tipo de bebida alcoólica.

Segundo Zenilda, ela estava com muita falta de ar e com um ar muito seco garganta, então ele pediu água. A enfermeira entregou-lhe o copo e ela estava tão desesperada por água que derrubou o copo. Ao engolir, percebeu que não era água, era cachaça.

Zenilda também disse que sua pressão arterial caiu imediatamente e ela ficou enjoada e vomitou. Nesse momento a enfermeira disse: Jesus, eu te dei cachaça e voltei correndo para o quarto. A paciente relatou que isso ajudou a piorar sua situação, depois de tomar a cachaça seu sentimento dobrou.

A enfermeira disse à paciente que provavelmente uma paciente deixou a garrafa onde estava e a trouxe para Zenilda.

Um vídeo foi postado na internet por Zenilda e ela disse que ninguém entrou em contato com ela até agora tem que fazer um declaração: Eles agem como se nada tivesse acontecido.

A enfermeira, Valci dos Santos, não soube explicar o que realmente aconteceu, ela confirmou que o paciente estava de fato recebendo bebida alcoólica em vez de água e que a equipe colocou uma garrafa de água no gabinete das enfermeiras para facilitar o atendimento ao paciente. Paciente.

Valci disse que não sentiu o cheiro da bebida quando entregou o copo ao paciente. De acordo com seu depoimento, ela tirou a máscara para cheirar e era de fato álcool. O líquido estava em uma garrafa de água mineral, mas o líquido dentro não era água.

Zenilda continuou internada para a realização de mais exames e para ter um diagnóstico.