‘Minha avó tá aqui’: Neta grita e mulher soterrada é salva em Petrópolis

Tânia Maria Barcellos de 57 anos é uma das moradoras de Petrópolis que teve sua casa atingida pela tragédia que aconteceu na última terça(15). Um enxurrada de lama atingiu a casa da costureira que fica na região central da cidade.

O filho da costureira, Diego Barcellos de 35 anos, contou ao portal UOL como Tânia e a neta de 6 anos salvaram uma a outra em momentos diferentes.

Tânia Maria Barcellos, 57, é uma das moradoras de Petrópolis cuja casa foi atingida pela tragédia ocorrida na última terça-feira (15). Uma enxurrada de lama atingiu a casa da costureira, que fica na região central da cidade.

O filho da costureira, Diego Barcellos, 35, contou ao UOL como Tânia e sua neta de 6 anos salvou-se em momentos diferentes.

A queda impediu que fossem soterrados pelo prédio parcialmente desmoronado. O filho de Tanya diz que, quando caíram na cova, foram expulsos de casa e, na lama, deslizaram juntos a poucos metros de distância.

A avó e a neta acabaram separadas, mas enquanto a menina era levada à superfície, a avó foi enterrada.

[Quando cheguei aqui], minha filha estava de pé e gritando: “Vovó, vovó”. Então os vizinhos desceram. Barcelos diz que vizinha levou minha filha e o marido cavou minha mãe

Veja o vídeo da reportagem: