Caso Lara: laudo da perícia revela detalhes e possível arma usada no crime

O caso da adolescente Lara Maria Nascimento, que desapareceu em 16 de março e foi encontrada morta em 19 de março, ainda está sendo investigada pela Polícia Civil do Estado de São Paulo. Apesar do progresso na investigação, o principal suspeito continua foragido da justiça.

Nesta terça-feira, 29 de março, durante uma reportagem sobre o programa Brasil Urgente liderado pelo apresentador Datena na Band, novas informações relevantes foram divulgadas.

O laudo médico foi obtido do correspondente e mais detalhes sobre a causa da morte de Laras foram revelados. De acordo com o relatório, a adolescente foi espancada com uma picareta ou um martelo.

Os especialistas concluíram que a menina foi cruelmente morta e ela recebeu pelo menos quatro golpes fortes.

Ainda estava sendo analisado se Lara sofreu algum tipo de violência sexual, mas nenhuma evidência foi encontrada. No entanto, como o corpo da menina já estava em estágio avançado de decomposição, foram solicitados exames complementares para garantir as análises.

Quanto à poeira que estava no corpo, os especialistas concordaram com a conclusão de que sim foi Lima. A polícia ainda está investigando uma denúncia de que um saco de cal desapareceu de um canteiro de obras próximo.

Assista à reportagem completa que foi exibida no Brasil Urgente: