Aneurisma cerebral: entenda o que é o diagnóstico recebido por Juliette e quais são os sintomas

A ex-bbb e vencedora do reality show, Juliette Freire durante uma entrevista com Pedro Bial revelou que foi diagnosticada com um aneurisma cerebral durante exames de rotina.

O aneurisma é um condição que atinge principalmente mulheres por volta dos 50 anos de idade que fumam. E foi este mesmo problema que vitimou a irmão de Juliette quando ela tinha 17 anos.

A condição é grave pois quando não é descoberto a tempo pode acarretar em sérios danos para a saúde e qualidade de vida da pessoa. O médico Enrico Ghizoni explicou que é possível fazer uma analogia entre o aneurisma e um pneu de bicicleta

“Quando a câmara de um pneu de uma bicicleta está mais frágil, forma-se uma bolha nela. Então aneurisma é mais ou menos parecido com isso porque a parede do organismo é bem mais fina do que a parede do vaso”, explica.

Essa bolha, quando não descoberta a tempo, pode estourar, causando sérios problemas ou até mesmo a morte.

O grande problema do aneurisma é que ele é uma doença silenciosa. Se não houver lágrima, apenas exames médicos, como ressonância magnética ou tomografia computadorizada, podem indicar a doença.

Normalmente, quando um aneurisma é detectado, é por acaso. Isso acontece quando o paciente vai ao médico para algum exame de dor ou para exames de rotina como foi o caso de Juliet.

Pacientes com ruptura apresentarão os principais sintomas acompanhantes:

 

  • Uma súbita e forte dor de cabeça, que aumenta com o passar do tempo; “Geralmente a pior dor de cabeça da vida desse paciente”, alerta Ghizoni.
  • Problemas na visão – caso o aneurisma cresça perto do nervo da visão;
  • Desmaios, náuseas, vômitos;
  • Dor no pescoço;
  • Rigidez bucal;

“O rompimento de um aneurisma é um problema bastante grave porque aumenta a pressão intracraniana. Chamamos de uma catastrófe intracraniana”, diz Enrico Ghizoni.

Felizmente no caso de Juliette, após intervenção médica, o diagnóstico de aneurisma foi descartado.

O caso que ela passou demonstra a importância de fazer exames regulares. Um exame de rotina pode detectar um problema que ainda pode ser tratado para evitar complicações graves futuras.